Ciro promete deixar a política se Bolsonaro for eleito: ‘Vou cumprimentá-lo e depois chorar’

Presidential candidate Jair Bolsonaro of the Party for Socialism and Liberation (PSL) talks with Ciro Gomes of the Democratic Labour party (PDT) before their first television debate at the Bandeirantes TV studio in Sao Paulo August 10, 2018 REUTERS/Paulo Whitaker

O candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, prometeu deixar a política caso Jair Bolsonaro (PSL), seu adversário na eleição deste ano, seja eleito presidente do Brasil. Em entrevista concedida nesta quarta-feira (12), ele criticou o seu rival e disse que militar não pode falar de política no seu governo.

“Vou desejar boa sorte a ele, cumprimentá-lo pelo privilégio e depois vou chorar. Eu saio da política. A minha razão de estar na política é confiar no povo brasileiro”, declarou Ciro durante sabatina promovida pelos jornais O Globo, Valor Econômico e revista Época.

O candidato do PDT também fez duras críticas ao vice de Bolsonaro, o general Hamilton Mourão (PRTB). “Esse general Mourão, que é um jumento de carga, tem uma entrada no Exército e agora se considera tutor da nação. Os brasileiros têm que deixar muito claro que quem manda no país é o povo”, afirmou.