Press "Enter" to skip to content

Sessão na Câmara de Vereadores vira caso de polícia em Guaratinga

O vereador do município de Guaratinga Misael Gregório da Silva (PV) registrou uma ocorrência na polícia, alegando ter sido ameaçado com uma faca por um servidor público municipal durante uma sessão na câmara. O caso aconteceu nesta quarta-feira, dia 7.

O vereador disse que estava realizando um pronunciamento na tribuna, quando servidor Alexandro Amaral Soares começou a insultá-lo. Misael relatou que esta é a terceira vez que o acusado comparece às sessões com o objetivo de criar tumulto.

Ainda sobre o fato, Misael disse que resolveu tirar satisfações com o servidor, momento em que se iniciou uma confusão. Alexandro teria tirado do bolso um objeto semelhante a um canivete para ameaçar o vereador.

Misael contou que no dia anterior ao tumulto na câmara, havia recebido áudios que estavam circulando em grupo do Whatsapp, em que o acusado teria dito que iria ao plenário mostrar como se bate em vereador e levaria consigo o “Fausto”, um modelo de canivete.

Jadel Galvão Vaz (PROS), presidente da câmara negou que tenha havido ameaça por parte do servidor público, pois segundo ele, ao presenciar a discussão pediu que o homem se retirasse do local. Neste momento, o acusado teria tirado uma caneta do bolso e não uma faca. O presidente enviou um ofício à Polícia Militar para esclarecer o caso.

Radar64