Políticos de Itagimirim dão exemplo de irresponsabilidade em meio à pandemia

Enquanto o mundo se compromete com o combate ao coronavírus, algumas pessoas insistem em colocar a vida de várias outras em risco. Em Itagimirim a Prefeitura tem feito todos os esforços para impedir a chegada do vírus ao município, mas alguns indivíduos insistem em burlar as normas de prevenção.

Nesse cenário, um lamentável exemplo de irresponsabilidade ocorreu nesta quinta, 23, quando figuras políticas conhecidas promoveram um evento para comemorar o aniversário de Itagimirim.

Se utilizando do cancelamento da festa oficial, devido às medidas de prevenção, o vereador Elias decidiu fazer um show em sua residência com transmissão ao vivo nas redes sociais. O evento denominado “Micareta em Casa” contou com o apoio do vice-prefeito Luizinho, que também é pré-candidato à prefeitura.

Veja a live, transmitida no Facebook:

Um evento puramente de promoção política, o show acabou provocando indignação, já que o vereador convidou músicos de Eunápolis, cidade com casos confirmados de Covid-19, para se apresentarem em sua festa. Segundo testemunhas, o vereador ainda ignorou a barreira sanitária instalada em uma das entradas da cidade, ingressando no município possivelmente transportando os tais músicos. As pessoas que chegam ao município devem ser avaliadas na barreira para saber se tem sintomas da doença, mas o edil preferiu transgredir essa norma passando de forma imprudente pela barreira.

Durante a transmissão pôde-se perceber a aglomeração de pessoas e o fato de, por vários momentos, os presentes não estarem utilizando máscaras, além da presença de pessoas do lado de fora para acompanhar o evento.

A atitude irresponsável do vereador Elias e do vice-prefeito Luizinho, foi realmente um exemplo lamentável de desrespeito ao povo de Itagimirim, quando se coloca em risco a comunidade trazendo pessoas vindas de locais com casos de coronavírus. Também é condenável a forma brusca com que o vereador furou a barreira demonstrando total desprezo pelos esforços do governo municipal e dos agentes da barreira que se voluntariam para proteger os cidadãos.

Em resumo, as atitudes absurdas tomadas por esses políticos de Itagimirim no aniversário de 58 anos do município, se constituem em uma vergonha para a sociedade, podendo ter colocado muitas vidas desta cidade em risco.