Responsáveis pela saúde de Itagimirim dão esclarecimentos e rebatem críticas em programa de rádio

Nesta quarta-feira, 01, o secretário de Saúde de Itagimirim, Leopoldo Lacerda, e o diretor clínico do Hospital Municipal, Luciano Souza, foram entrevistados no programa Estação News. Na oportunidade, os representantes da saúde do município, fizeram importantes esclarecimentos sobre os casos de coronavírus no município, além de outras questões ligadas à saúde.

Um dos temas abordados durante a entrevista foram as críticas e acusações feitas por pré-candidatos a prefeito e vereador do município. Essas críticas, movidas por razões puramente políticas, foram veementemente respondidas, com esclarecimentos técnicos e precisos.

Luciano e Leopoldo, conhecedores profundos da saúde pública e da situação da Covid-19 no município, responderam todos os questionamentos, apresentando inclusive valores para informar a população sobre a realidade dos fatos, derrubando todos os argumentos levantados por pessoas totalmente despreparadas para opinar sobre saúde.

A Prefeitura de Itagimirim, desde o início da pandemia, vem adotando diversas medidas exclusivamente voltadas para salvar vidas, enquanto que alguns representantes da oposição se preocupam apenas em fazer ataques e críticas, sem demonstrar qualquer vontade de ajudar no combate a doença. De fato, esses indivíduos aguardaram ansiosamente os primeiros casos em Itagimirim para culpar administração pública pela entrada do vírus na cidade.

Além desses esclarecimentos, o secretário e o diretor clínico trouxeram outras informações relacionadas à saúde do município, com as melhorias feitas no hospital, comprovadas pela Sesab, além de boas notícias sobre os casos positivos e sobre as ações responsáveis tomadas pela Secretaria Municipal de Saúde, no enfrentamento à Covid-19.

A tônica da entrevista foi um apelo pela união entre a população e mesmo a oposição, para se juntar ao esforço já realizado pelo Poder Público Municipal em torno do enfrentamento ao coronavírus. Como a Prefeitura demonstrou com a tomada de medidas restritivas, até mesmo impopulares, o compromisso da prefeita Devanir e de sua equipe é em salvar vidas, deixando, inclusive, a política de lado, mesmo em um ano eleitoral.