Quanto mais se aproxima a eleição mais aumentam os ataques

urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

Na tarde desta quinta-feira, 16, um pré-candidato a vereador de Itagimirim, por meio de vídeo publicado em uma rede social, fez graves acusações em relação ao atendimento prestando pela Assistência Social do município.

Segundo o pretenso candidato, ligado ao vice-prefeito e pré-candidato a prefeito, Luizinho, os profissionais que atuam na pasta estariam se recusando a atender opositores da atual gestão municipal. Sem apresentar provas, o denunciante acusou a prefeita Devanir Brillantino pelos crimes de coação, compra de votos, perseguição política e abuso de autoridade.

Sobre esse assunto, o Secretário Municipal de Assistência Social, Irismar Leal, decidiu se posicionar de forma enfática, também por meio de vídeo, assegurando que, tanto ele quanto sua equipe, sempre buscam atender da mesma forma todos os cidadãos que procuram a secretaria, conforme a necessidade e a compatibilidade destes com os programas sociais da pasta, sem qualquer tipo de distinção por questões políticas.

Definitivamente, declarações como essas, vindas de opositores, se tornarão ainda mais comuns à medida que a eleição se aproxima. Isso é normal, já que para se promover, a oposição precisa se utilizar de todos os ataques possíveis para atingir a gestão atual, principalmente quando esta realiza um bom trabalho.