Intensifica a corrida pelas prefeituras, em Itagimirim são 5 pré-candidatos

A campanha para prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, desse ano, adiada para o mês de novembro, começa a tomar forma, avançando mais intensamente nas redes sociais. É reconhecida a importância de tal ferramenta, porém, os candidatos, especialmente de cidades interioranas, não devem esquecer-se do ‘corpo a corpo’; daquela visitinha relâmpago, especialmente na periferia, onde estão os eleitores que ainda tem o prazer de receber o candidato na sua casa, eleitores esses, que, em muitos casos, não utilizam das redes sociais, se focando mais na TV e no rádio; e, ainda são muitos.

Em Itagimirim, cidade localizada na região Extremo Sul da Bahia, com sete mil habitantes, disputam o cargo de prefeito da cidade cinco candidatos, incluindo a atual prefeita que almeja a reeleição. O quadro político do momento em Itagimirim, segundo conhecedores da política local, está bem mais favorável para a prefeita Devanir Brillantino, que deu uma guinada na sua administração com obras em andamento, por vários pontos da cidade, e o reconhecimento da população pela condução da cidade durante a pandemia.

Para entender melhor, a cidade foi a última da Costa do Descobrimento a aparecer casos do coronavírus e é, até o momento, a com menor número de casos confirmados, sem nenhum óbito e sem internamentos. A cidade foi, logo no início da pandemia, tomando várias precauções para retardar ao máximo a entrada do vírus na cidade, tudo graças às medidas drásticas que a Prefeitura tomou, com uma equipe forte e com muita determinação.

A cidade foi fechada e uma barreira sanitária foi montada em uma das saídas. Decretos foram rapidamente baixados fechando o comércio em parte, e outras medidas como o uso obrigatório de máscara facial, toque de recolher, dentre outros; tudo isso deixou a cidade em posição de destaque, o que refletiu a favor da prefeita que passou a ser vista, até por quem se diz adversário, como a mais preparada para continuar no cargo por mais quatro anos.