Gasolina pode subir nas próximas semanas após alta do petróleo

Petrobras reajusta em 12% o preço da gasolina nas refinarias a partir desta quinta-feira

O brasileiro corre o risco de pagar ainda mais caro pelo litro da gasolina. Com a alta de 1,86% do preço do barril do petróleo, na última sexta-feira (14), a US$ 68,15, a Petrobras poderá aumentar nas próximas semanas o preço da gasolina e do diesel nas refinarias, caso a sequência de alta do óleo cru em Londres seja mantida.

Essa possível alta já se reflete em estados com o Ceará, onde o preço do combustível disparou e chegou a incríveis R$ 6,39 no município de Pacoti, a 200 km de Fortaleza. De acordo com o novo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), realizado entre os dias 9 e 15 de maio, o litro do combustível é vendido, em média, a R$ 5,72 no Estado.

Em Fortaleza, o salto foi ainda maior, conforme a ANP, passando de R$ 5,51 para R$ 5,72 (preço médio), uma disparada de 20 centavos. O preço máximo na Capital chegou a R$ 5,97, segundo informações do Diário do Nordeste.

Vale ressaltar que os dados da ANP podem estar defasados dependendo do dia em que os pesquisadores tenham coletado às informações, ocasionando uma flutuação nos preços.

BP Money